Cadernos NAUI – Edição comemorativa

13/03/2016 12:33

CADERNOS NAUI CAPA

A nova edição da Revista eletrônica Cadernos NAUI Vol.4, n°6, jan-jun de 2015  já está disponível em nosso site para visualização e download do conteúdo.

Esta edição de Cadernos é comemorativa dos 10 anos do Núcleo de Dinâmicas Urbanas e Patrimônio Cultural (NAUI/UFSC) completados em 2014. Por isso, reúne artigos de seus pesquisadores apresentando diferentes perspectivas das experiências de construção de um trabalho acadêmico a partir da pesquisa etnográfica e abrangendo os dois eixos temáticos do núcleo.

Defesa de dissertação

06/03/2016 19:09

Defesa da dissertação:

“Corpo e Cidade à Luz da Gentrificação: Percursos Errantes pela Região da Luz na lha da Magia”

Mestrando: Diego Pontes / Programa de Pós-Graduação em Urbanismo, História e Arquitetura da Cidade

 

Data:   07.03.2016  / 18.30h.

Local: Auditório do Departamento de Arquitetura e Urbanismo/UFSC

 

Banca examinadora:

Profª. Drª Alicia N. G. de Castells (Presidenta)

Profª. Drª Maria José Reis

Prof. Dr. Nelson Popini Vaz

Prof. Dr. Luiz Eduardo Fontoura Teixeira

 

 

INSCRIÇÕES ABERTAS – Oficinas do projeto “Línguas de imigração como patrimônio” em Blumenau

24/02/2016 14:30

O projeto “Línguas de imigração como patrimônio: (re)conhecendo a diversidade linguística no sabor da herança culinária” é coordenado pela pesquisadora NAUI Mariela F. da Silveira e executado pelo IPOL

O Projeto, contemplado pelo edital Elisabete Anderle de estimulo à Cultura 2014, prevê a realização de três oficinas objetivando promover a educação patrimonial com destaque ao cenário plurilíngue e multicultural e às histórias das imigrações e das comunidades linguísticas da região através da culinária.

As oficinas, ofertadas gratuitamente, serão realizadas neste semestre na Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (AMMVI), em Blumenau-SC nos dias 19/03, 09/04 e 14/05/2016.

folder

O que é?

Oficinas do projeto “Línguas de Imigração como Patrimônio: (re)conhecendo a diversidade linguística no sabor da herança culinária”

Onde?

Sede da AMMVI – Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí. Rua Alberto Stein n° 466 Bairro: Velha – Blumenau – SC

Quando?

Oficina 1 “Diversidade Linguística e Patrimônio” em 19/03/2016

Oficina 2 “Línguas e Imigração no Brasil” em 09/04/2016

Oficina 3 “Línguas e políticas de reconhecimento e promoção” em 14/05/2016

Quem pode participar?

Membros das comunidades da região (professores, lideranças, comunidade em geral)

Gestores locais (representantes de Secretaria de Cultura, Secretaria de Educação e de associações)

Tem algum custo e onde se inscrever?
As VAGAS são LIMITADAS, mas as INSCRIÇÕES GRATUITAS.

 

Realize já sua inscrição diretamente no endereço:

https://docs.google.com/…/1E1MHt4PsBM7-laUH201UyuqJHuw…/edit

 

Ou entre em contato conosco:
E-mail: lingua.patrimonio@gmail.com
Telefone: (48)9122-8517

Fonte: http://e-ipol.org/abertas-inscricoes-para-as-oficinas-do-p…/

Publicação de artigo – Revista de Arquitectura de la Universidad de los Andes, Bogotá

28/01/2016 23:00

Grafiti y patrimonio: tensiones entre lo efímero y lo permanente en la intervención del Armazém Vieira en Florianópolis, Brasil.

Natalia Pérez Torres ( pesquisadora Naui)

Resumen:

El grafiti es una práctica protagonista en la ciudad contemporánea que revela la variedad de dinámicas sociales que subyacen al tejido urbano. Este artículo discute brevemente su interrelación con el patrimonio, considerando las diferentes relaciones que esta forma de comunicación visual establece con la ciudad. Con el objetivo de analizar la tensión que existe entre el pasado y el presente en perspectiva de la (re)significación y la apropiación de los lugares, se presenta la intervención con grafiti del Armazém Vieira en Florianópolis, examinando el papel del patrimonio material como referencia incontestable de un lugar, de su pueblo y de su cultura.

Câmara Clara promove doação de kits de DVDs

22/01/2016 19:23

Neste início de 2016, a Câmara Clara realizará a doação de 80 kits de DVDs para cineclubes, escolas, professores e demais agentes culturais que realizam periodicamente atividades de exibição audiovisual.Mediante pagamento somente dos custos de embalagem e Correios, no valor de R$20,00, cada solicitante receberá um kit com cinco DVDs (Intergerações, Foto Sensível, Memórias em Movimento, O Toque de Cada Mestre e Memórias e Harmonias da Banda da Lapa). Os vinte e oito audiovisuais presentes nos DVDs que compõem o kit poderão ser exibidos livremente, desde que em sessões abertas gratuitamente ao público. A ação visa democratizar o acesso às produções realizadas pela Câmara Clara, um coletivo de artistas que desde 2005 atua em prol da difusão do patrimônio cultural brasileiro.

Mais informações sobre os materiais e sobre como realizar seu pedido no link:
www.camaraclara.org.br/doacao_dvds.htm

Observações:

* O número de kits é limitado e serão destinados às primeiras oitenta pessoas e instituições que realizarem o pagamento dos custos de envio.
** O envio dos kits será realizado até o dia 19 de fevereiro de 2016.

Publicação de artigo – Projectare: Revista de Arquitetura e Urbanismo / FAUrb/UFPel

19/01/2016 00:21

Possibilidades Paisagísticas Suburbanas: Análise e Diretrizes para uma Intervenção

 

Caetano de Freitas Medeiros (pesquisador Naui)
José Waldemar Tabacow

Resumo:

Áreas suburbanas, geralmente, concentram as áreas livres e a natureza ainda preservada das cidades, permitindo ocupações planejadas e qualificadas. Assim, elas podem constituir uma alternativa de espaço contributivo na recuperação e melhora das condições de vida no espaço urbano e na minoração da possibilidade de surgimento dos seus recorrentes problemas. Porém, a realidade patente é a de subúrbios ocupados desordenadamente, que transformam o espaço bucólico-suburbano em paisagem de natureza devastada e com ocupações problemáticas: moradias insalubres, passividade a desastres naturais, inacessibilidade a ofertas de serviços básicos, falta de infraestrutura, perda de identidade sociocultural etc. A partir da análise da paisagem – e de seus componentes socioeconômicos e territoriais – de uma comunidade suburbana no município de Tubarão (97.000 hab.) verificou-se que uma proposta de intervenção paisagística pode articular soluções, oriundas da própria comunidade, para a teia de problemas locais: a topografia e os vazios urbanos permitem uma reorganização na distribuição dos lotes em equilíbrio com o relevo e a flora local, evitando-se assim a nefasta ocorrência de alagamentos e movimentos de terra com vítimas e o desenvolvimento de morfologias urbanas que dificultam a existência de serviços básicos e de qualidade ambiental aos moradores; os espaços habitáveis podem integrar-se aos espaços inabitáveis, que permitem usos em atividades econômicas e de lazer, o que além de dar uso a tais glebas, pode reforçar e valorizar a identidade natural e cultural local através da preservação da fauna e da flora e do uso dos conhecimentos locais no processo. Assim, propõe-se a adoção de um tratamento paisagístico – lato sensu – do ambiente das comunidades suburbanas, em geral ignorado pelas autoridades públicas, tanto no plano técnico como político.

Publicação de artigo – Revista Landa – Núcleo Estudos Literários Latino-americanos da UFSC

12/01/2016 21:17

As trajetórias do graffiti na Bogotá contemporânea

 

Natalia Pérez Torres ( pesquisadora Naui)

 

Nos últimos anos Bogotá tem sido testemunha do ressurgimento do graffiti , um fenômeno urbano efêmero e contestatório por definição que, porém, está sendo objeto de processos de cooptação institucional funcionais a diversos propósitos públicos e privados. O “novo” auge desta prática cultural na cidade se apresenta, como na década de 60, no marco do conflito interno que constitui o país . Pela sua potência como linguagem visual e veículo de exposição pública de aspectos ligados a uma problemática de longa duração, o graffiti emerge em alguns casos como uma intervenção reveladora das tensões que configuram dito conflito ao tempo que reflete as diferentes formas de apropriação da cidade através do uso do espaço público como cenário principal de sua expressividade. Essa variante na maneira de entender o conflito, isto é, para além do seu significado bélico [tão naturalizado pelo povo colombiano], apresenta-se como um elemento chave para tentar compreender as dinâmicas citadinas de Bogotá, construtoras de narrativas que experimentam suas próprias tensões internas. Entende-se assim que o graffiti, sujeito a uma trajetória marcada pelas mudanças sociais locais e globais das últimas décadas, revela aspectos desse conflito interno, mas também as disputas de sentido pelo seu papel como linguagem em permanente trânsito da clandestinidade para o reconhecimento.

Publicação de artigo – Revista Astrolábio Nueva Época, Universidad De Córdoba

09/01/2016 11:17

LAS AGUAS TERMALES COMO PATRIMONIO TANGIBLE Y SOPORTE DE PRÁCTICAS. CIUDAD NUEVA FEDERACIÓN (ARGENTINA) Y MUNICIPIO DE SANTO AMARO DA IMPERATRIZ (BRASIL)

María Rosa Catullo, Dagoberto Bordin ( pesquisador Naui) 

RESUMEN

Este trabajo trata de las aguas termales explotadas en dos contextos nacionales diferentes: en la ciudad argentina de Nueva Federación y en el municipio catarinense de Santo Amaro da Imperatriz, dialogando con una amplia literatura sobre este tema, y destacando sus múltiples usos, centrados para la salud, para actividades de ocio y religiosas. Además, estas aguas son asumidas como patrimonio natural y cultural, como fuente de identificación y referencia simbólica, y como el centro de las disputas en “campos sociales de conflicto”, relativos al poder de su uso y su apropiación. También se destacan, más allá de la similitud en la forma en que las aguas termales son explotadas y pensadas en los referidos contextos, las especificidades que marcan ambos balnearios. Por último, se subraya la importancia del termalismo tanto para la Provincia de Entre Ríos como para el Estado de Santa Catarina.